AGENDA
12/12 - Salto / SP
Primeira Igreja Batista de Salto
28/11 - Salto / SP
Primeira Igreja Batista de Salto
14/11 - Salto / SP
Primeira Igreja Batista de Salto
31/10 - Salto / SP
Primeira Igreja Batista de Salto

CONTINUE PEDINDO, MAS NÃO ESQUEÇA DE DEIXAR NAS MÃOS DO PAI QUE, VERDADEIRAMENTE SABE O QUE É BOM PARA SEUS FILHOS, DECIDIR!


CONTINUE PEDINDO, MAS NÃO ESQUEÇA DE DEIXAR NAS MÃOS DO PAI QUE, VERDADEIRAMENTE SABE O QUE É BOM PARA SEUS FILHOS, DECIDIR!

“Pedi, e vos será concedido; buscai, e encontrareis; batei, e a porta será aberta para vós. Pois todo o que pede recebe; o que busca encontra; e a quem bate, se lhe abrirá. Ou qual dentre vós é o homem que, se o filho lhe pedir pão, lhe dará uma pedra? Ou se lhe pedir peixe, lhe entregará uma cobra? Assim, se vós, sendo maus, sabeis dar bons presentes aos vossos filhos, quanto mais vosso Pai que está nos céus dará o que é bom aos que lhe pedirem! Portanto, tudo quanto quereis que as pessoas vos façam, assim fazei-o vós também a elas, pois esta é a Lei e os Profetas” (Mateus 7.7-12).

Os dois primeiros versículos são os mais conhecidos, citados e usados desta passagem; contudo, nem sempre fazemos sua conexão com os versículos seguintes; e, muito especialmente o onze: “...quanto mais vosso Pai que está nos céus dará o que é bom aos que lhe pedirem!”.

O bem e o mal são, muitas vezes, bem parecidos e, com nossos imediatismo, pragmatismo e hedonismo, o inimigo das nossas almas encontra terreno fertilíssimo para que confundamos e acabemos por insistir com Deus pedindo algo que Ele sabe não ser o que verdadeiramente é bom para nós. A pedra referida por Jesus era muito parecida com os pães orientais da época: achatados, redondos e endurecidos; enquanto a cobra citada era, também, muito parecida com as enguias comestíveis, apreciadas pela culinária da época.

O texto com toda certeza nos exorta a sermos perseverantes na oração; no entanto, não esqueçamos de deixar nas mãos do Pai que sabe o que é bom para os seus filhos, decidir o que Ele dará!

Ver mais comentários

Comentar




Enviar