AGENDA
10/12 - BORDA DA MATA / MG
PRIMEIRA IGREJA BATISTA EM BORDA DA MATA
05/11 - Várzea Paulista / SP
Igreja Batista no Jardim Promeca
24/09 - Jundiai / SP
Igreja Batista Nova Aliança
17/09 - Várzea Paulista / SP
Igreja Batista no Jardim Promeca

SER CRISTÃO É SER UM LÍDER!


SER CRISTÃO É SER UM LÍDER!

 

Se tornar cristão é receber um convite do Senhor para se transformar num líder. Jesus já começa seu ministério recrutando líderes; e, depois, além de continuar, permanentemente investindo na formação deles, continua recrutando outros: Temos os doze, depois setenta; no final do seu ministério já são quinhentos em sua despedida na Galileia; mas já era um número incontável, pois muitas pessoas que, após serem curadas por ele, foram, também, enviadas a pregar e testemunhar.

 

Além de sua gênese fundamentada num chamado à liderança, na essência do discipulado cristão está, também, o mesmo chamado. Vejam: Oswald Sanders em seu livro “Liderança Espiritual” diz que, liderar, é influenciar pessoas e, o cristão,  é chamado a ser “sal da terra e luz do mundo” (Mt 5.13-16).  Ora, estas duas metáforas trazem em seu significado máximo esse elemento.  No entanto, há inúmeros outros desafios do discipulado cristão que, obrigatoriamente, transformam o cristão num líder. Temos a Grande Comissão: “E, chegando-se Jesus, falou-lhes, dizendo: É-me dado todo o poder no céu e na terraPortanto ide, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que eu vos tenho mandado; e eis que eu estou convosco todos os dias, até a consumação dos séculos. Amém”. (Mt 28.18-10). Fazer discípulos através da pregação e do ensino, ou através do seu dom - pois não importa qual seja ele seja, através dele você está enquadrado na Grande Comissão -; são atividades que, obrigatoriamente colocam o cristão nesta categoria de líder.

 

Mas, também, temos o aspecto do pregar, evangelizar, dar testemunho através do ser padrão, modelo, ser um referencial, ter o caráter de Cristo: “Sede vós pois perfeitos, como é perfeito o vosso Pai que está nos céus”; “Para que sejais irrepreensíveis e sinceros, filhos de Deus inculpáveis, no meio de uma geração corrompida e perversa, entre a qual resplandeceis como astros no mundo” (Mt 5.48; Fp 2.15).

Ainda podemos pensar no aspecto do treinamento contínuo; da reciclagem permanente; do investir em outras vidas, que são valores, características e marcas contundentes da liderança: “E o que de mim, entre muitas testemunhas, ouviste, confia-o a homens fiéis, que sejam idôneos para também ensinarem os outros” (2 Tm 2.2). E, sobre tudo, há o aspecto de que fomos chamados, salvos, para nos transformarmos, dia-a-dia, na semelhança de Cristo: “Querendo o aperfeiçoamento dos santos, para a obra do ministério, para edificação do corpo de Cristo; até que todos cheguemos à unidade da fé, e ao conhecimento do Filho de Deus, a homem perfeito, à medida da estatura completa de Cristo” (Ef 4.12-13). Há um líder maior do que Cristo? Há um modelo maior de liderança do que o de Cristo?

 

Portanto, aí está o grande desafio da sua vida: Ser o líder o qual Deus o criou. Primeiro, assim ele o quer; e, segundo, em Cristo ele resgatou em você todas as possibilidades e potencialidades para ser este líder segundo seu coração, influenciando pessoas para transformar o mundo.

 

Adquira meu curso de princípios de liderança cristã "EU, UM LÍDER", neste site, acessando o link LIVROS E REVISTAS

.              

Ver mais comentários

Comentar




Enviar