AGENDA
09/05 - JUNDIAI / SP
Congresso de Homens da ABREJUND
12/04 - Pouso Alegre / MG
Igreja Batista Betel
11/04 - Pouso Alegre / MG
Igreja Batista Betel
10/04 - Pouso Alegre / MG
Igreja Batista Betel

UM OLHAR CRISTÃO SOBRE A MORTE DE JOÃO ALBERTO SILVEIRA FREITAS


UM OLHAR CRISTÃO SOBRE A MORTE DE JOÃO ALBERTO SILVEIRA FREITAS

“A resposta calma desvia a fúria, mas a palavra ríspida desperta a ira” (Pv 15.1).

“Melhor é o homem paciente do que o guerreiro, mais vale controlar o seu espírito do que conquistar uma cidade” (Pv 16.32).

“Mas o fruto do Espírito é amor, alegria, paz, paciência, amabilidade, bondade, fidelidade, mansidão e domínio próprio. Contra essas coisas não há lei” (Gl 5.22-23).

 

Se você fizer uma busca no Google, hoje, sobre este assunto, terá  inúmeras páginas e imagens; sendo que o mesmo acontecerá com o noticiário na televisão, nos portais de internet, blogs, etc. O assunto será explorado de diversas maneiras e sob diversos ângulos ideológicos, psicológicos, sociológicos e políticos. A MINHA PALAVRA NÃO EXCLUI, ELIMINA, DIMINUI A CONTUNDÊNCIA, RELEVÂNCIA OU IMPORTÂNCIA  das demais abordagens; sendo apenas o ponto de vista sob um outro ângulo: O da fé cristã; e, mesmo assim, também, sob apenas um de seus possíveis e variáveis enfoques. Já li e ouvi pelas reportagens que João Alberto – e não sei o real motivo do desentendimento -, deu um soco num dos seguranças e, partir daí, tivemos todo o desenrolar desta história trágica que tem se repetido inúmeras vezes. O aspecto que quero abordar é o que os textos bíblicos sugerem.

 

Nossa sociedade está vivendo com os nervos à flor da pele; contribuindo ainda mais para isso a tal “pandemia”, que já vivemos há nove meses. Quero realçar a importância da mensagem bíblica e sua prática neste século XXI de extremos, de exacerbações emocionais e ideológicas. Ambas as partes fracassaram por não praticarem um princípio bíblico: O da temperança, do autocontrole, do domínio próprio. É claro e evidente que o erro e fracasso dos seguranças daquele Hipermercado foi exageradamente maior, pois causou uma morte, um assassinato; além do ensino bíblico de que, se alguém lhe dá um soco, ele é o “pecador”; mas, dependendo da sua reação, “você passa a ser o pecador”.

 

Aproveito para chamar a sua atenção: Você tem conseguido exercer esse autocontrole, esse domínio próprio nas horas das crises? Quantas mortes aconteceram! Quantos casamentos acabaram! Quantos filhos saíram da casa de seus pais! Quantos “abortos” aconteceram! Quantas mortes no trânsito! Quantas guerras entre famílias e nações! Quantos pastorados abandonados ou destruídos!  Quantas tragédias! TUDO POR CAUSA DE UM “PRIMEIRO SOCO” de alguém que perdeu o controle emocional, deixando-se dominar por uma ira incontrolável; e, depois, PORQUE, QUEM O RECEBEU, TAMBÉM NÃO SOUBE CONTROLAR-SE.

 

É bom lembrar que a Bíblia lembra que esse “autocontrole”, “domínio próprio” é um fruto do Espírito Santo. Você já o tem? Ele evitará muitas tragédias em sua vida e na de seus semelhantes!

Ver mais comentários

Comentar




Enviar